Cidades italianas que te levam a uma viagem medieval

Cidades italianas

Vivencie experiências em cidades italianas que farão você viajar no tempo

Já se imaginou viajando por cidades italianas onde se perde a noção de tempo? Uma experiência através de inúmeros passeios sem pressa… Descubra estruturas e legados de um período de construção, mudança e inovação que marcaram a famosa Era Medieval.

Conheça obras do período, como castelos, igrejas, torres, fortalezas e pontes. Aproxime-se da vida cotidiana da época, através das artes.

Assim, experimente um universo de lendas, cavalheiros e castelos. Frutos de justas batalhas heroicas em um mundo com desafios conhecidos, mas com soluções muito diferentes das nossas atuais!

Cidades italianas e as marcas da Idade Média

Cidades italianas

A Idade Média ocorreu entre os séculos V e XIII, um período onde nasceram vários aspectos que fazem parte de nossa cultura até hoje. Como por exemplo: os contos de fada, as universidades, os bancos, a conotação de cidades e notáveis estilos artísticos.

Separamos um roteiro de cidades italianas da Toscana e Umbria, as quais demonstram inúmeros traços medievais preservados em suas estruturas. Venha conosco em uma verdadeira jornada pelas paredes do tempo.

Vivenciar esse roteiro tem como objetivo deixar de lado o ritmo frenético das metrópoles e experimentar a arte de “saber viver” dos italianos, explorando algumas das mais belas regiões da Itália.

1. Volterra

Retorno ao tempo: vivencie as festas medievais

Volterra é uma província de Pisa, com mais de 10 mil habitantes, e nasceu no período Etrusco no século 7 A.C.. Desta forma, a cidade acumula marcas também do período romano e, predominantemente, características arquitetônicas medievais.

Assistir à procissão histórica de Volterra na praça Priori é uma imersão intensa no tempo, uma recriação medieval em que os locais se caracterizam com figurinos com escudos medievais, com direito à comida e música com instrumentos do período.

Apesar das grossas paredes medievais que cercam o local, Volterra move esforços para promover sua cultura aos estrangeiros que a visitam difundir sua origem.

Deixe-se inspirar pelas ruas da cidade, assim como Stephenie Meyer

As ruas de Volterra são estreitas, sinuosas e combinadas com suas sombrias construções. A região é perfeita para alimentar nossa criatividade, assim como de Stephenie Meyer – criadora da saga Crepúsculo, que escolheu a cidade como ambientação ao seu best-seller.

Mais precisamente, a famosa escritora se encantou com o Vicolo Mazzoni: o beco medieval mais antigo do mundo que fica na região.

Além disso, batizou um clã de vampiros da série como Volturi e que residem em Volterra. Reza a lenda que sua inspiração veio ao mesclar o nome da região com Velathri, nomenclatura aos antigos moradores da cidade.

Não deixe de conhecer outros lugares que você terá contato direto com a herança medieval: Pinacoteca Civica e Duomo de Volterra.

Doces típicos bem apreciados com vinho

Aos amantes da gastronomia, a cidade italiana é repleta de lojas locais de vinhos e queijos a la Toscana.

Como dica de amigo, não deixe de saborear os doces típicos do local. Vale o destaque especial ao chamado cantucci, biscoito toscano típico, feito de amêndoas – perfeito para acompanhar com café ou uma bom rótulo de vinho.

Experimente também o panforte, um clássico italiano com amêndoas, mel e frutas secas. Há receitas que têm um toque especial com chocolate. Como um bom italiano, molhe suas finas fatias diretamente dentro da taça de um dos mais famosos vinhos, o Vin Santo.

2. Montalcino

A terra dos requintados vinhos italianos

Deguste um dos melhores vinhos tintos do mundo: o Brunello! Diversas vezes premiado, a paixão pelo vinho é enorme na região. Há anos a safra é classificada entre uma e cinco estrelas por grandes personalidades; e seu resultado é gravado em azulejo fixado no muro da prefeitura.

Montalcino produz ainda outros rótulos de muito respeito internacional, como o Rosso de Montalcino. Diferente do Brunello, esse se mostra com um buque mais jovem, de frutas frescas e menos encorpado.

Um universo de relíquias medievais

Em uma colina elevada entre os vales do Rio Ombrone, a cidade fica a mais de 500 metros do nível no mar.

Montalcino faz parte das maravilhosas cidades italianas que guarda consigo verdadeiras relíquias arquitetônicas da Era Medieval. A mais marcante dessas relíquias, e certamente a mais visível, é a Fortalezza de Montalcino. Decorrente da tentativa da independência da cidade durante a guerra entre Florença e Siena nos séculos XII a XV, a Fortalezza é um símbolo de orgulho dos locais.

Seguindo nosso passeio, contemple a experiência medieval na Piazza del Popolo – que segue o mesmo nome de uma praça em Roma. Por lá, aprecie o Pallazzo dei Priori e a Torre dell’Orologio.

A praça fica bem ao centro da cidade. Aos amantes dos vinhos e especiarias italianas, as diversas lojas e cafés são um excelente investimento de tempo para se aprofundar na variedade gastronômica local.

O palácio, por sua vez, chama a atenção por suas grossas paredes de pedras compostas de desproporcionais pequenas janelas e portas. Essas dão um ar sombrio e gótico à construção, que tem como destaque uma alta torre, com sino e relógio. Ótima oportunidade de fazer aquela foto emblemática da passagem por Montalcino!

Cidades italianas
3. Cortona

Desvende os portais e torres medievais

Cenário do famoso filme ‘Sob o Sol da Toscana’, Cortona possivelmente se tornará uma das suas preferidas passagens pelas cidades italianas!

Ao chegar, a pequena estrada já te convida a uma sensação de adentrar no tempo ao também remeter à Era Medieval.

Os cantos da cidade são repletos de estreitos becos, com aclives e declives, calçados de irregulares pedras rústicas. Antigos portais e torres compõem o que servia, na Idade Média, à comunicação e identificação dos passageiros.

Um convite gastronômico

Além de toda contemplação do universo medieval que Cortona te oferece, deixo uma indicação para se deliciar com a gastronomia da cidade.

Desfrute de uma prazerosa trattoria componente do cenário nostálgico da cidade, a qual priva pelos magníficos ingredientes e sabores arrebatadores. A Trattoria Dardano com certeza deve fazer parte da lista das revelações de Cortona a visitar.

Um mesmo local, diversos cenários

A cidade fica no alto de colinas e vários pontos da cidade proporcionam vistas diferentes do lago Transimeno. São cenários estonteantes, dignos de diversas fotos.

Como dica de monumentos medievais para vivenciar momentos inesquecíveis, aqui deixo: a igreja de S. Francesco, o Palazzo del Popolo e o Palazzo Comunale.

4. Gubbio

Cidade italiana pouco desvendada

Para fecharmos nosso roteiro de sensações medievais com chave de ouro, viaje por Gubbio!

Comece pela melhor parte e suba a essa cidade alta e antiga de elevador. A região é pequena e pouco desvendada pelo turismo.

Com habitantes muito simpáticos e preocupados com o seu bem-estar na cidade, vale a pena aproveitar seu tempo nessa cidadela abundante de pequenas lojas de artefatos de louça e joias locais.

É uma das poucas cidades em que é possível conhecer de perto um genuíno teatro romano sem a presença saturada de turistas. Vale inúmeras fotos como recordação!

Sinta-se em uma aldeia preservada

Sobre o Monte Ingino, casas de pedra cobertas de velhas telhas de terracota deslumbram aos olhos.

A predominante arquitetura organizada e medieval da cidade remete a uma impressão de estar em uma antiga aldeia inteiramente preservada, com praças, ruelas, pontes, torres e palacetes.

Participe da festa de bonecos gigantes!

Gubbio, todos os anos, desde a Idade Média, mantém vivas suas tradições através de uma importante festa: a Corsa dei Ceri.

O auge da festa é o transporte dos ceri, monumentos de santos de quatro metros de altura feitos de madeira, até a Basilica di Sant’Ubaldo. O objetivo é não deixar as peças declinarem na subida!

Além disso, vá até o Palácio Ducal, o Palácio dos Cônsules. Por lá você terá a melhor vista da cidade. Aproveite e visite as belas igreja de San Giovanni Battista (cenário da série ‘Don Matteo’), a igreja de San Francesco e Catedral de Santi Mariano e James.

Encontro você nos becos do tempo, inédito às cidades italianas medievais!

Aproveitar o melhor que o passado tem a nos oferecer é a proposta deste roteiro. Espero que desfrute ao máximo das dicas desses lugares e que isso contribua para uma vivência inesquecível!