Os segredos do Egito

Blog Ativa | Os segredos do Egito.

O Egito sempre despertou fascínio em toda a humanidade. É uma das mais antigas civilizações do mundo, envolta em figuras mitológicas, disputas de poder, riqueza e conhecimento muito avançado.

Um dos maiores legados desse povo à frente de seu tempo, são suas construções, como os templos, e claro: as pirâmides. Até hoje, o grau de apuro técnico e os cálculos matemáticos envolvidos em suas construções – considerando ainda a ausência de equipamentos mecânicos, desafiam a nossa racionalidade e compreensão.

A história egípcia data de mais de seis mil anos. O fato de a civilização ter prosperado em pleno deserto se deve basicamente ao Rio Nilo, que durante as cheias (de julho a dezembro) transforma o cenário árido em terras cultiváveis e assim garantiu que os primeiros povos se organizassem em Baixo Egito e Alto Egito.

Menés, rei do Alto Egito, unificou os dois povoados e transformou-se no primeiro faraó. A fase de maior prosperidade foi durante o Antigo Império (3200 – 2200 a.C.) – que abrangeu as dinastias dos faraós Quéops, Quéfren e Miquerinos, responsáveis pela construção das maiores pirâmides conhecidas – e que servem até hoje como mausoléu para suas pós-vidas. Elas são a prova do grande poder que esses faraós e o próprio Egito experimentaram durante sua história.

Muitos acreditam que as três pirâmides estão alinhadas perfeitamente com as estrelas do Cinturão de Órion, respectivamente Mintaka, Alnilan e Alnitak (no Brasil são conhecidas como As Três Marias). O motivo? Ainda nenhum estudioso conseguiu decifrar.

Outro ícone que compete em fama com as pirâmides é a Esfinge, que mistura o corpo de um leão com o rosto humano e simboliza o poder e a sabedoria. As esfinges serviam como protetoras das pirâmides e dos templos. A mais famosa delas está localizada no planalto de Gizé e tem proporções impressionantes. Esculpida em uma pedra, possui 57 metros de comprimento, 6 metros de largura e 20 metros de altura.

 

Atrações magníficas do Egito

Para os amantes da arqueologia e da história, visitar esse museu a céu aberto é uma experiência enriquecedora e especial. São tantas as atrações, que fica até difícil pensar em outras atividades… mas elas existem!

A capital Cairo é uma metrópole com muitos pontos para serem visitados. Um deles é o Museu do Cairo, que guarda a maior preciosidade de todas: a máscara mortuária do faraó Tutankamon toda feita em ouro e ricamente pintada. Ele nem foi o faraó mais poderoso, mas é o único que teve sua câmara encontrada intacta e com todos os objetos colocados junto ao seu corpo mumificado.

Blog Ativa | Os segredos do Egito.

Cairo

 

A cidade ainda tem inúmeras atrações de lazer, como casas de chá para experimentar o sabor da bebida mais típica, restaurantes dos tradicionais até os mais modernos, inúmeras mesquitas ricamente ornamentadas, passeios de camelo pelo deserto e muitos mercados de produtos variados.

Um cruzeiro pelo rio Nilo também é uma opção encantadora. Os navios oferecem estrutura e conforto durante o trajeto por cidades como Aswan e Luxor. Em ambas estão diversos sítios arqueológicos, com monumentais construções que resistem ao tempo.

Caminhar entre estátuas de proporções desafiadoras, entrar em templos como o de Hórus – deus egípcio em formato de falcão, contemplar as paredes cobertas de hieróglifos que contam a saga dos povos antigos é uma experiência fascinante. É um momento raro onde a contemplação nos traz a consciência da grandiosidade desse povo e de sua contribuição na história da humanidade.

Uma opção com um pouco menos conforto, mas que não perde nada em charme é um passeio de fellucca, veleiro típico egípcio. Experimente deixar-se levar pelo visual, pelo balanço suave das águas e contemplar um lindo pôr-do-sol. É emocionante.

E que tal mergulhar nas águas do mítico Mar Vermelho? É o paraíso para quem pratica mergulho e gosta de fazer turismo ecológico. O mar na cidade de Sharm El Sheik é cristalino e seus recifes de corais abrigam uma variada e enorme quantidade de peixes. O colorido preenche os olhos dos mergulhadores. Sharm El Sheik possui vários resorts e hotéis com ótimos serviços de hospedagem para aproveitar todo o sol do Egito em sua plenitude.

Visitar o Egito é visitar o passado e respeitar a influência dele em nosso presente. É uma imersão nos hábitos e na percepção de um povo que viveu há mais de mais de cinco mil anos e que tanto nos deixou como legado.

É um mergulho em lendas e estórias que há muito rondam a nossa imaginação.

This slideshow requires JavaScript.

 

 

Ativa | Fale com a gente e faça sua viagem.