A África do Sul é como apreciar um bom vinho: surpreendente

Já pensou em fazer uma aventura diferente na África do Sul? São muitas as atrações que o país oferece. Pensou nas savanas? Explorar parques e observar os animais em seu habitat natural? São ótimos, mas que tal ir além do óbvio? A África do Sul reserva surpresas e tem um lado que poucos conhecem. Um lado onde paladar e olfato são importantes para experimentar uma de suas riquezas: os vinhos.

Se você já teve a oportunidade de apreciar um vinho sul-africano sabe do que estamos falando. Atualmente, eles estão entre os melhores do mundo e carregam em cada safra algo excepcional em sua produção. Isso se deve ao clima temperado que ajuda no desenvolvimento das parreiras que crescem em ambiente apropriado. Favorece também o cultivo orgânico, porque impede o ataque agressivo das pragas e os produtos ficam com sabor natural e o aroma mais puro, pois nenhum tipo de agrotóxico interfere na produção da bebida.

 

A origem dos vinhos da África do Sul


As primeiras mudas de parreiras vieram por volta de 1650, trazidas da França. Perceba que a qualidade vem de berço e faz parte do DNA das uvas sul-africanas. Com o passar do tempo, o cultivo foi se desenvolvendo, se aprimorando até chegar ao estágio que conhecemos hoje. Muitas coisas aconteceram para que a qualidade das uvas e, consequentemente dos vinhos, ficassem melhores. Hoje existe até uma região onde se concentram inúmeras vinícolas dedicadas ao cultivo e fica bem próxima da Cidade do Cabo, uma das capitais do país.

Se você percorrer a rota do vinho na região de Stellenbosh a maioria das vinícolas fazem o cultivo no sistema orgânico porque entenderam a importância de produzir de maneira mais natural, utilizando apenas técnicas tradicionais. Aliás, esse roteiro é uma grata surpresa. Imagine-se em um hotel-fazenda, com paisagens bucólicas, animais sendo criados em total liberdade e o cultivo de frutas, legumes e hortaliças como antigamente. Para coroar, participar de uma degustação de excelentes vinhos é um privilégio inesquecível.

Se for ao cair da tarde, durante o por do sol, o cenário fica perfeito. Uma dessas vinícolas, onde é possível se hospedar e fazer um tour para conhecer toda a propriedade é Babylonstoren, uma antiga fazenda construída em 1692 e que mantém muitas das suas tradições até hoje.

 

Um roteiro por Stellenbosch é fascinante e surpreendente


Stellenbosch é uma região dedicada à produção de vinhos
, a poucos minutos da Cidade do Cabo, uma das cidades mais importantes do país. Mas não pense que a única atração da região são apenas os vinhos, não que sua importância não seja relevante. Ela é, mas na esteira da rota dos vinhos, foram abertos restaurantes que tiveram uma ideia saborosa: harmonizam seus pratos de acordo com a produção local dos vinhos. Comer bem, tendo um ótimo vinho para acompanhar deixa qualquer refeição esplêndida.

Quem gosta de programas noturnos, existem diversos bares e pubs que servem diversas bebidas, mas é claro, os vinhos produzidos na região. Para o dia, existem museus para visitação ou se preferir, são programadas excursões aos parques protegidos ou aos próprios vinhedos. Para trazer lembranças ou encontrar algo especial, existe um roteiro dedicado às compras onde se encontra de tudo. Depois de ir aos vinhedos da África do Sul, você vai ter uma outra ideia desse país fascinante e cheio de surpresas.

 

Ativa | Fale com a gente e faça sua viagem.